sábado, 22 de setembro de 2012

Para um búzio do vento e searas de versos:)


Vou-te contar um segredo
Não é doce nem salgado
É leve como a pena de um pássaro
Tem cheirinho a sonhos
É como um abraço apertado
Na hora de chegar
É a magia acontecer
Num búzio do vento
Que nos faz sonhar
E pelas searas de versos
Lá podes encontrar
Poemas brilhantes
Mais que diamantes bailando no ar
É uma ideia acesa
É uma planta a crescer
É uma forma de vida
Que vimos nascer





2 comentários: